Vendas de maio marcam a primeira “contração” do ano

autor Misto Brasília

Postado em 12/07/2018 10:55:03 - 10:52:00


Vendas apresentaram retração, ainda como reflexo da greve dos caminhoneiros/Arquivo

Seis das oito atividades pesquisadas apresentaram perdas nas vendas, só hipermercados foi melhor

As vendas no varejo brasileiro recuaram menos do que o esperado em maio, mas marcaram a primeira contração no ano e resultado mais fraco para o mês em dois anos por conta dos reflexos da greve dos caminhoneiros, abalando ainda mais a atividade econômica.

A única atividade que cresceu foi a de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,6%), enquanto em outros artigos de uso pessoal e doméstico as vendas ficaram estáveis. Em maio, seis das oito atividades pesquisadas apresentaram perdas nas vendas, lideradas por combustíveis e lubrificantes (-6,1%) e Livros, jornais, revistas e papelarias (-6,7%).

Em maio as vendas no varejo caíram 0,6% na comparação com mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira, resultado mais fraco desde a queda de 0,8 por cento em 2016.


Presidenciável Ciro Gomes chega na convenção do PDT
Surfista "pesca" com as mãos tainhas na praia da Laguna (SC)
veja +
Cristovam Buarque propõe fim do auxílio-moradia para parlamentares e juízes
Comissão do Senado aprovou regulamentação da profissão de cuidador
Câmara aprova proposta que regulamenta produção e comercialização de queijo artesanal
veja +