DF substitui pastas e arquivos por ferramenta eletrônica

autor Misto Brasília

Postado em 12/06/2018 20:49:29 - 20:42:00


O secretário de Planejamento do Distrito Federal, Renato Brown/Renato Araújo/Agência Brasília

Sistema Eletrônico de Informações passou a ser operado por mais de 126 mil servidores

Cerca de 126,4 mil servidores do Distrito Federal passam a utilizar a partir de hoje uma nova ferramenta que foi instalado em 92 órgãos da administração direta e indireta. A economia será de R$ 2 milhões ao ano somente em papel, além da redução de gastos com toner, impressora, clips e grampeador.

O Sistema Eletrônico de Informações (SEI) vai substituir pastas e arquivos físicos por documentos eletrônicos. No Brasil, mais de 100 órgãos federais, estaduais e municipais já utilizam o SEI. Outros 250 repartições estão em processo de implementação.

Desde 23 de maio, os processos são gerados exclusivamente dentro do sistema. Com a plataforma, o governo de Brasília pode ser considerado 100% eletrônico, segundo publicou a Agência Brasília. Desde 2016, cerca de 3,4 mil servidores foram capacitados no uso da ferramenta.

“O maior ganho é na velocidade dos processos. Cada tramitação demorava de 24 a 48 horas. Hoje, grande parte delas é concluída na metade do tempo. Há ganhos, também, na rastreabilidade. Ficou mais fácil acompanhar os processos”, explicou o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Renato Brown.


Tite cai na comemoração do gol de Philipe Coutinho e vira meme na internet
AO VIVO - II Congresso de Direito Eleitoral de Brasília
veja +
Bolsa Família atende 74.122 famílias do Distrito Federal em junho
Distrito Federal recebe R$ 28 milhões do salário-educação de maio
Aprovada reserva de vagas em universidades públicas para alunos bolsistas de escolas beneficentes
veja +