Rollemberg defende aliança com Ciro Gomes

autor Misto Brasília

Postado em 07/06/2018 11:17:36 - 11:12:00


Rollemberg disse que vai escolher o vice-governador de sua confiança/Arquivo

Governador do Distrito Federal defendeu a coligação com o PDT, mas admite que há outra corrente

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) disse hoje pela manhã que defende a coligação do seu partido com o PDT para as eleições presidenciais. Ele disse que há uma outra corrente que sugere que o “partido fique livre” para as coligações estaduais e que não se alie a um candidato à Presidência da República. Em São Paulo, o governador Márcio França (PSB) rompeu com o PSDB e mantém sua pré-candidatura ao Palácio dos Bandeirantes.

Rollemberg fez as observações durante uma entrevista à Rádio CBN de Brasília, que realiza uma série de sabatina com os pré-candidatos ao Palácio do Buriti. O governador foi questionado sobre o vice-governador na chapa majoritária, quando afirmou que espera um “candidato de sua confiança”.

O atual vice-governador, Renato Santana (PSD) rompeu com o governador após acusações recíprocas. “Eu não o conhecia (Renato) quando houve a indicação e depois veio provar que não tinha a maturidade que o cargo exigia.” Santana é aliado agora do senador Cristovam Buarque (PPS-DF), que é candidato à reeleição.

Rollemberg disse que a ex-vice-governadora Maria Abadia (governo Joaquim Roriz) seria “uma excelente vice”, mas afirmou que ela deve concorrer mesmo a deputado federal. Maria Abadia deixou o PSDB depois de acusar o deputado Izalci Lucas (PSDB-DF) de ser um ditador. Izalci é pré-candidato a governador e um contumaz crítico à administração distrital.


Guga Kuerten diz que cortar dinheiro do esporte das crianças é ato de desespero
Forró e festa junina no gabinete do vice-presidente da Câmara
veja +
Comissão aprova criação de creches para filhos de agentes de segurança pública
Especialistas sugerem contratação de mais aprendizes pelo poder público
Aplicativo Sine Fácil ajuda 2,7 desempregados no Distrito Federal
veja +