Empresário de Brasília comprou tríplex de Lula para revender

autor Misto Brasília

Postado em 16/05/2018 12:23:31 - 12:16:00


Os irmãos Fernando e Juliana Gontijo e Luiz Fernando Valladão/Arquivo/Febracos

Fernando Costa Gontijo foi condenado e agora recorre num processo que apura fraude em licitação

 

O empresário de Brasília que arrematou por R$ 2,2 milhões o apartamento tríplex do ex-presidente Lula da Silva, tem contra si uma acusação por improbidade administrativa. Fernando Costa Gontijo teria fraudado licitações na prefeitura de João Pessoa, segundo um processo que tramita no Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

Na primeira instância ele foi condenado. Gontijo alega inocência, segundo publicou o Estadão hoje. Ele seria o representante da Via Engenharia que participou de uma suposta concorrência fraudada em 2015, quando foi executivo da empresa. Ele disse que por lá até 2001.

Fernando Costa Gontijo teria comprado o imóvel no leilão para revende-lo. Segundo o jornal O Globo, ele é dono de 12 empresas, 11 em Brasília e uma em São Paulo.

O pai de Gontijo era primo do magnata da construção civil de Brasília, José Celso Gontijo, dono da construtora JC Gontijo que, assim como a Via Engenharia, estiveram envolvidas no escândalo do mensalão.

 


Surfista "pesca" com as mãos tainhas na praia da Laguna (SC)
Servidores fazem protesto contra o congelamento do aumento salarial
veja +
Cristovam Buarque propõe fim do auxílio-moradia para parlamentares e juízes
Comissão do Senado aprovou regulamentação da profissão de cuidador
Câmara aprova proposta que regulamenta produção e comercialização de queijo artesanal
veja +