Rússia expulsa diplomatas de 23 países

autor Misto Brasília

Postado em 30/03/2018 19:34:56 - 19:27:00


Decisão de expulsar diplomatas foi do presidente Vladimir Putin/Arquivo

É o resultado da polêmica em torno do envenenamento de um espião duplo russo em Londres

A Rússia expulsou 59 diplomatas de 23 países nesta sexta-feira e disse que se reservava o direito de agir contra outras quatro nações em impasse com o Ocidente após o envenenamento de um ex-espião russo e sua filha em solo britânico.

Moscou informou que a decisão foi tomada em resposta ao que chamou de demandas sem fundamentos para que seus próprios diplomatas deixem uma grande quantia de países majoritariamente ocidentais que se juntaram a Londres e Washington na censura aos russos pelo envenenamento de Sergei Skripal e sua filha Yulia.

No decorrer desta sexta-feira, o Ministério de Relações Exteriores da Rússia convocou autoridades diplomáticas seniores de Austrália, Albânia, França, Alemanha, Itália, Polônia, Países Baixos, Croácia, Ucrânia, Dinamarca, Irlanda, Espanha, Estônia, Letônia, Lituânia, Macedônia, Moldávia, Romênia, Finlândia, Noruega, Suécia, Canadá e República Tcheca.

A Rússia rejeita a acusação britânica de que estaria por trás do ataque e apontou as alegações como parte de um golpe elaborado do Ocidente para sabotar as relações entre Ocidente e Oriente e isolar Moscou.

O hospital em que a filha de Sergei Skripal está sendo tratada informou na quinta-feira que Yulia estava melhorando após passar três semanas em estado crítico devido ao uso da toxina no ataque.


Tite cai na comemoração do gol de Philipe Coutinho e vira meme na internet
AO VIVO - II Congresso de Direito Eleitoral de Brasília
veja +
Bolsa Família atende 74.122 famílias do Distrito Federal em junho
Distrito Federal recebe R$ 28 milhões do salário-educação de maio
Aprovada reserva de vagas em universidades públicas para alunos bolsistas de escolas beneficentes
veja +