Xixi será transformado em matéria-prima de adubo

autor Misto Brasília

Postado em 13/02/2018 11:47:21 - 11:27:00


Banheiros químicos são utilizados para extrair fósforo, importante parte de adubo/Divulgação

Universidade Federal de Minas Gerais em projeto com a prefeitura de Belo Horizonte, extrai fósforo

O departamento de Química da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desenvolve projeto que retira fósforo da urina dos foliões deste Carnaval em parceria com a prefeitura de Belo Horizonte. Seis banheiros químicos são utilizados para coleta do material.

O Serpentinito em forma de disco é utilizado no processo de separação do projeto-piloto, que é sustentável. O material é colocado nas caixas coletoras dos banheiros químicos e são retirados no final do dia.

A cada 100 gramas do xixi é possível extrair 10 gramas de fósforo. De acordo com o pesquisador Artur Silva, um litro de urina possui aproximadamente 300 miligramas de fósforo. A capacidade de armazenamento de um banheiro químico é de até 200 litros de urina.


AO VIVO - II Congresso de Direito Eleitoral de Brasília
O brasileiro é criativo - Despacito no ritmo e versão do vendedor de bom bom
veja +
Aprovada reserva de vagas em universidades públicas para alunos bolsistas de escolas beneficentes
CCJ aprova doação de blindados do Exército brasileiro ao Uruguai
Projetos culturais do Distrito Federal recebem recursos
veja +