Xixi será transformado em matéria-prima de adubo

autor Misto Brasília

Postado em 13/02/2018 11:47:21 - 11:27:00


Banheiros químicos são utilizados para extrair fósforo, importante parte de adubo/Divulgação

Universidade Federal de Minas Gerais em projeto com a prefeitura de Belo Horizonte, extrai fósforo

O departamento de Química da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desenvolve projeto que retira fósforo da urina dos foliões deste Carnaval em parceria com a prefeitura de Belo Horizonte. Seis banheiros químicos são utilizados para coleta do material.

O Serpentinito em forma de disco é utilizado no processo de separação do projeto-piloto, que é sustentável. O material é colocado nas caixas coletoras dos banheiros químicos e são retirados no final do dia.

A cada 100 gramas do xixi é possível extrair 10 gramas de fósforo. De acordo com o pesquisador Artur Silva, um litro de urina possui aproximadamente 300 miligramas de fósforo. A capacidade de armazenamento de um banheiro químico é de até 200 litros de urina.


Vídeo alerta para as desigualdades e convida para a reforma solidária
Sindicatos de fiscais de tributos preparam proposta para reforma tributária
veja +
Relatório da MP da privatização da Eletrobras será votado dia 8 de maio
Placas do Mercosul serão obrigatórias apenas para veículos novos e transferidos
Câmara analisa limites da legítima defesa
veja +