Morre ativista dos Direitos Humanos Asma Jahangir

autor Misto Brasília

Postado em 12/02/2018 09:32:34 - 09:27:00


Ativista pelos direitos humanos Asma Jahangir, que morreu domingo/Arquivo/NotíciasaoMinuto

Foi indicada para o Nobel da Paz e condecorada com a Ordem Nacional da Legião de Honra francesa

Morreu este domingo, aos 66 anos, a ativista pelos direitos humanos Asma Jahangir. De acordo com as declarações da filha, Munizae Jahangir, à Reuters, a paquistanesa morreu na sequência de uma paragem cardíaca.

Advogada de profissão, Asma Jahangir fez dos direitos humanos e dos direitos das mulheres a sua bandeira, o que lhe valeu várias ameaças de morte. Esteve presa em 1983 por se associar ao Movimento de Restauração da Democracia no Paquistão, durante a ditadura militar do general Zia ul-Haq. Em 2007, esteve em prisão domiciliária pela participação no movimento de advogados que ajudou a fazer cair o líder militar Pervez Musharraf.

A ativista foi indicada para o Nobel da Paz, em 2005, condecorada com a Ordem Nacional da Legião de Honra francesa e reconhecida com o prémio da Unesco/Bilbao para a promoção da cultura dos Direitos Humanos.


Apoio à greve dos caminhoneiros leva milhares às ruas neste domingo
Vale tudo para levar gasolina para casa, até tambores para água
veja +
Começa nesta sexta-feira o Feirão da Caixa em Brasília
Vacinação contra a aftosa continua no Distrito Federal até o final do mês
Barroso explica obrigação dos partidos em reservar 30% do fundo eleitoral para candidatas
veja +