Rede de loja quer dar a volta por cima com parceiros chineses

autor Misto Brasília

Postado em 17/01/2018 18:10:45 - 18:08:00


Empresa da família alemã Brenninkmeijer busca parceiros/Divulgação/RetailDetail

Empresa familiar enfrenta concorrência acirrada do comércio virtual de roupas e de lojas

A cadeia de roupas C&A está procurando potenciais parceiros e investidores internacionais, como noticia o jornal Die Welt  na edição desta quarta-feira (17/01). A direção da empresa quer crescer na China, em países em desenvolvimento e na área de vendas online, podendo optar, para isso, por parcerias com grupos no exterior.

O jornal afirma que o anúncio foi divulgado em comunicado do chefe da empresa na Europa, Alain Caparros, endereçado aos funcionários do grupo.

Na segunda-feira, a revista alemã Der Spiegel divulgara a informação, baseada em fontes internas da empresa, que a família Brenninkmeijer, proprietária da companhia, já estaria às vésperas de fechar um acordo de venda com investidores chineses.

Já em 2016, os Brenninkmeijer anunciaram intuito de investir um bilhão de euros para reestruturar o negócio têxtil e as filiais da cadeia. "A família percebeu que isso não era suficiente. Agora, os Brennikmeijer parecem procurar outras possibilidades", avalia a especialista em varejo Gerrit Heinemann.

Há tempos que a C&A, tradicional empresa familiar, vem enfrentando a concorrência acirrada do comércio virtual de roupas, com empresas como a Zalando, e de redes de moda popular, como a Zara e a Primark., diz a DW.


Fundo Partidário vai definir força das coligações, diz deputado
Bandidos ateiam fogo em ônibus em Florianópolis
veja +
Maia esteve com General Villas Boas para falar sobre intervenção
Comissão quer maior controle sobre importação de produtos agrícolas
Projetos que podem render recursos imediatos para o governo
veja +