Câmara Legislativa impõe classificação indicativa em exposições

autor Misto Brasília

Postado em 06/12/2017 19:19:39 - 19:17:00


Sessão desta tarde da Câmara Legislativa do Distrito Federal/Reprodução/Vídeo

Proposta da bancada evangélica obriga a censura por idade também em eventos culturais

A bancada evangélica da Câmara Legislativa aproveitou o esforço concentrado de votações para apresentar um projeto que sugere a volta da censura em Brasília. Apesar do teor inconstitucional, a proposta que obriga a classificação indicativa de exposições artísticas e eventos culturais foi aprovada pela maioria no plenário nesta quarta-feira.

O esforço concentrado deve seguir até o 13, poucos dias antes do início do recesso parlamentar. A sessão está sendo transmitida ao vivo pelo Misto Brasília - veja na Seção Vídeo

O autor do projeto foi o deputado Lira (PHS), que foi advertido da inconstitucionalidade pelo deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT). Ele foi um dos quatro parlamentares que votou contra o texto. Pela proposta, os organizadores deverão informar as idades adequadas de seus eventos.

Apesar do ritmo colocado pelo presidente da Câmara Legislativa, deputado Joe Valle (PDT), as mudanças na Lei do Silêncio ficaram para o próximo ano. Segundo o seu irmão, deputado Ricardo Vale (PT), o assunto será definido pelo Legislativo até o dia 6 de março do próximo ano.


Arthur Maia aceita proposta de servidores para facilitar aprovação da reforma
Maia anuncia a nova data de votação da reforma da Previdência
veja +
Nilson Leitão vai liderar a bancada do PSDB no próximo ano
Rodrigo Maia diz que a "sociedade" concorda que é necessário a reforma na Previdência
Zarattini disse que adiar votação da reforma da Previdência é uma derrota do governo
veja +