Ghandi e o Direito

autor Vitória Colvara

Postado em 24/11/2017 09:53:17 - 09:42:00


Ghandi manda arrumar o próprio quarto e nos convida para a mudança/Arquivo/Pinterest

Alguns valores, aprendidos ainda na infância, são colocados à prova todos os dias

"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." Rui Barbosa.

Desde criança sou intrigada com questões de justiça. O próprio símbolo enigmático me trazia mil questionamentos. "Tia, porque que a justiça tem uma venda nos olhos?" "Pai, porque que ela carrega uma espada?" "Tio, o que significa essa balança?".

Cada um me respondia a sua maneira, despertando em mim o interesse em estudar Direito acreditando na utopia de conseguir mudar o mundo.

Depois de alguns anos, mudei de sonho, talvez o Direito me fornecesse instrumentos para, pelo menos, solucionar injustiças. Já prestes a me formar e mergulhada no universo jurídico, tendo passado pela promotoria, advocacia e pelo judiciário, me dei conta de que o desafio era muito maior do que sonhava.

E que alguns valores, aprendidos ainda na infância, são colocados à prova todos os dias. Resolvi então enveredar para a academia, acreditando na pesquisa científica séria, no infinito interesse pelo conhecimento.

E aí, lendo Rui Barbosa, que tanto fala sobre as instituições e a liberdade que deve haver dentro delas, lembrei de Ghandi que nos manda arrumar o próprio quarto e nos convida a sermos a mudança que queremos no mundo. 
É bem isso mesmo.

Hoje olho para trás com alegria, vivo o presente intensamente e mantenho meus planos futuros. Ter a consciência tranquila e saber que princípios e normas andam em pé de igualdade é o que me move todos os dias. 
Nunca se perca!


Arthur Maia aceita proposta de servidores para facilitar aprovação da reforma
Maia anuncia a nova data de votação da reforma da Previdência
veja +
Nilson Leitão vai liderar a bancada do PSDB no próximo ano
Rodrigo Maia diz que a "sociedade" concorda que é necessário a reforma na Previdência
Zarattini disse que adiar votação da reforma da Previdência é uma derrota do governo
veja +