Acalento do Cerrado

autor Vitória Colvara

Postado em 11/09/2017 18:26:56 - 18:19:00


A resistente flor Caliandra do Cerrado/Arquivo/Reprodução

O bioma contempla de maneira protetora todos os reinos: animal, mineral e vegetal

Antes de me mudar para Brasília que, por ironia do destino, é minha cidade natal, eu tinha uma visão muito restrita sobre o bioma Cerrado. Não sei se pelo brilho da Amazônia, menina dos olhos do mundo, ou se pela minha paixão pelas praias. Fato é que o Cerrado não despertava em mim qualquer sensação de pertencimento ou cuidado.

Clima seco, arbustos, árvores tortas e baixas, lugar onde só sobrevivem os calangos e que pega fogo com qualquer “bituca” de cigarro. Bastou colocar meus pés pela primeira vez em Cocal, para que eu me desse conta da minha própria ignorância.

O clima é seco sim, mas o cajuzinho é suculento e o baru uma delícia.

Arbustos e mais arbustos, fortes e resistentes, que guardam por debaixo de suas raízes boa parte da água doce do nosso planeta. Árvores tortas e baixas que nos permitem enxergar além do horizonte, além dos morros e das pedras, além das estrelas e do azul cintilante do céu. Lugar onde sobrevivem os calangos, espertos que só eles. Mas também os tucanos, os lobos guará, os tamanduás e é claro, as super simpáticas capivaras, animal mais diplomático da natureza.

O Cerrado contempla de maneira protetora todos os reinos: animal, mineral e vegetal. A biodiversidade desse bioma ultrapassa os livros, as pesquisas, as fotos e os trabalhos de campo. A capacidade de resiliência do Cerrado, de se recuperar depois do caos, de renascer das cinzas de um incêndio causado por qualquer besteirinha, é simplesmente surpreendente.

Quando chove a água parece brotar do chão, as trilhas para as cachoeiras ficam escorregadias e a força das águas se ouve de longe. Bastam algumas gotinhas para que a vegetação se dê por satisfeita e se ponha a desabrochar por aí.

Ai, as flores do Cerrado. Muitas delas, sequer precisam dos espinhos para se proteger, são fortes e resistentes o suficiente, coloridas. Caliandras encantadoras, com suas pétalas diferentes de todas as outras.

Os frutos do Cerrado, suas sementes, suas plantas e sua gente.

Cerrado é berço das águas, é totalmente brasileiro e merece ser abraçado, acalentado e protegido.

Salve o Cerrado, não só hoje, mas o ano inteiro.


AO VIVO -TV da Câmara Legislativa
O desabafo do prefeito de Belo Horizonte
veja +
Shéridan defende aumento da pena para estupro
Eunício anuncia que é MP para alterar reforma trabalhista no Palácio
Vital do Rêgo entrega auditorias de 94 obras para Comissão de Orçamento avaliar
veja +