Enquanto agosto não vem

autor André Pereira Cesar

Postado em 27/07/2017 14:13:48 - 14:05:00


Agosto é considerado como o mês do cachorro louco/Arquivo

Preocupação com a economia, por sinal, explica em larga medida os números da nova pesquisa CNI

O mundo político prepara suas armas para agosto. A retomada dos trabalhos do Legislativo promete fortes emoções já nos primeiros dias do mês. Fortes turbulências são inevitáveis.

O grande evento, a votação no plenário da Câmara da ação de Rodrigo Janot contra o presidente Temer, alterou inclusive a rotina dos parlamentares. Aliados do peemedebista estarão em Brasília já no final de semana para discutir a questão. As velhas planilhas e mapas de votação estarão à mesa. O governo, em tese, tem maioria, mas todas as potenciais defecções serão monitoradas com lupa.

Enquanto Temer enfrenta o primeiro round para salvar seu mandato, o governo segue atuando firme no front da economia. Após o reajuste no preço da gasolina, desgastante por si só, o Comitê de Política Monetária do Banco Central anunciou nova queda na taxa básica de juros. Agora, a Selic está em 9,25%. A população, preocupada em fechar as contas do mês, no entanto, parece ter reagido sem empolgação ao anúncio.

A preocupação com a economia, por sinal, explica em larga medida os números da nova pesquisa CNI/Ibope. Os 70% de reprovação a Temer reflete o descontentamento geral. Some-se a isso o envolvimento do nome do presidente em supostos atos de corrupção e temos o quadro geral fechado. Temer é a Dilma da hora.

Sobre corrupção, a Lava-Jato ressurgiu com uma operação de grande impacto. A prisão de Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras, coloca novamente o PT na berlinda. Dida, como é conhecido por seus pares, era mais um operador do partido. Como ele reagirá à prisão?

Por fim, a delação do doleiro Lúcio Funaro, a ser homologada muito em breve, já tira o sono de figuras de peso na capital.

Agosto é popularmente conhecido como o "mês do cachorro louco". A partir da próxima semana, essa máxima tende a se reforçar. Serão muitos os cachorros nessa condição. Os fortes verão.


TV Câmara Legislativa AO VIVO
Manifestantes querem aumento na taxa de compensação mineral
veja +
Meirelles firme na catequese de deputados além da reforma, também sobre Orçamento
Torquato diz que não há espaço para "ilações especulativas" em posse de Segovia
Segovia fala de MPF X PF na posse de diretor-geral da Polícia Federal
veja +