Detesto o ódio declarado aos homens

autor Vitória Colvara

Postado em 23/07/2017 18:41:04 - 18:33:00


A coruja que protege suas crias/Arquivo/Divulgação/Correio,rac

Quando vejo a repercussão dos movimentos feministas fico feliz, mas às vezes fico meio frustrada

Assim como uma leoa caçadora ou como uma coruja que protege tão bem a sua cria, todas nós temos um lado selvagem. A sociedade, de uma forma geral, tornou pejorativa essa característica que é tão natural.

Passamos a vida sendo adestradas por instituições que são, em sua maioria, criadas e continuadas por homens. Aos homens não foi retirado o direito de ser selvagem, de agir por instinto, de usar a força quando necessário e de lutar para proteger a si e aos seus.

E os que dispensam esses atributos sofrem toda sorte de preconceito e são desrespeitados apenas por não seguirem um padrão de comportamento imposto.

Da mesma forma que ao falar sobre meio ambiente eu nunca consigo explicar exatamente em que ponto perdemos a conexão com a natureza e passamos a subjugá-la, eu também não sei em que momento nós, mulheres, permitimos que os homens tomassem de conta da situação. 
Quando vejo a repercussão dos movimentos feministas fico feliz, mas às vezes fico meio frustrada. Todos nós precisamos uns dos outros e podemos ser complementares.

Detesto esse ódio declarado aos homens como se eles concentrassem tudo que há de pior na humanidade. Podemos caminhar todos juntos. Tem um monte de cara legal por aí, prometo!

Em vez de tentar mudar o outro, comecemos por nós mesmas.

Enfrentando nossos próprios medos, despertando nossa essência natural, sendo corajosas. Em vez de criticar todos os comportamentos sociais, sejamos vidraça e não pedra.

Todas nós nascemos livres. Independente da religião, da família, dos costumes, do lugar. Dentro de nós, somos todos livres.


AO VIVO -TV da Câmara Legislativa
O desabafo do prefeito de Belo Horizonte
veja +
Shéridan defende aumento da pena para estupro
Eunício anuncia que é MP para alterar reforma trabalhista no Palácio
Vital do Rêgo entrega auditorias de 94 obras para Comissão de Orçamento avaliar
veja +