Férias, jogos e bola pra frente

autor Gilmar Correa

Postado em 17/07/2017 23:21:16 - 23:18:00


Quem corre atrás da bola nas férias/Arquivo/A Cidade

O tempo das férias dos parlamentares bem que poderia ser ocupado com um tratamento da realidade

Daqui a uma semana recomeçam as aulas na maioria das escolas particulares e da rede pública do Distrito Federal. Ainda em férias, as crianças aproveitam o tempo como podem. Na minha infância, uma bola era tudo o que a gente queria. Corria atrás dela o dia inteiro. E à noite, confesso, mal lavava os pés para dormir.

Hoje, a bola virou um celular, um tablet ou um computador acoplado a uma televisão para jogos eletrônicos que, admito, nem sei para que lado vão. Aliás, vi uma reportagem em que se informou que o tempo que as crianças ficam na frente dessas parafernálias virou doença. Um vício que precisa ser tratado por especialistas.

Separando, evidentemente, os motivos, o grau e dependência, nossos políticos precisam também de um tratamento psicológico. Nesta semana, esse grupo de seres que muitos dizem vir de outro mundo, entra no recesso parlamentar. São as férias de julho que também deixam parados os nossos tribunais - onde seus ocupantes trabalham apenas 180 dias por ano. Bom, isso é outro papo.

O tempo das férias dos parlamentares poderia ser ocupado com um tratamento da realidade. Sim, porque o que se ouviu neste semestre de asneiras na tribuna do Congresso Nacional é coisa de viajante.

O descanso das atividades parlamentares serviria como uma catarse, onde seriam analisados os graves problemas do país. Falta de saúde, educação aos frangalhos e violência absurda são temas atuais com tendência de piora.

Em agosto, quando voltassem às tribunas, seja no Congresso ou nas Assembleias, poderíamos ter um mínimo de esperança com esta classe, mais preocupada em se preservar e locupletar.

Mas sabemos que isso é uma ficção. Voltarão com propostas tão absurdas como essa que proíbe a prisão de políticos oito meses antes das eleições. Ou com os discursos de que é preciso preservar Michel Temer porque a “economia melhorou”.

Me empresta uma rede.


AO VIVO -TV da Câmara Legislativa
O desabafo do prefeito de Belo Horizonte
veja +
Shéridan defende aumento da pena para estupro
Eunício anuncia que é MP para alterar reforma trabalhista no Palácio
Vital do Rêgo entrega auditorias de 94 obras para Comissão de Orçamento avaliar
veja +