Irmã de Aécio quer a liberdade em novo pedido

autor Misto Brasília

Postado em 19/06/2017 16:40:52 - 16:38:00


Andrea pretende que seu processo seja retirado do STF/Arquivo

Advogado usa argumento do mensalão para que processo seja enviado à justiça federal em SP

A defesa de Andréa Neves, a irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG) presa preventivamente há um mês, pediu nesta segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o caso que a envolve seja remetido para a Justiça Federal em São Paulo e que, em consequência disso, ela seja colocada em liberdade.

Na semana passada, a Primeira Turma do STF decidiu manter Andréa presa.

O advogado de Andréa, Marcelo Leonardo, usou o julgamento do mensalão como argumento para defender o envio do inquérito que a investiga para a primeira instância.

Na ocasião, disse, o STF decidiu remeter para a primeira instância todos os casos de pessoas que não possuem foro privilegiado. O relator do inquérito sobre Andréa e Aécio, ministro Marco Aurélio Mello, votou naquele julgamento para desmembrar o inquérito para a primeira instância.

Andréa Neves pediu que, ao se declarar a incompetência do STF, seja revogada a prisão preventiva contra ela e as outras duas pessoas que estão presas e também foram denunciadas pela Procuradoria-Geral da República.


Rollemberg diz que não há decisão sobre ampliação do racionamento
Mensagem emocionante de quem construiu o Congresso
veja +
Parlamentares defendem ações e investimentos para a primeira infância
Para Perondi, governo enfrenta poderoso nicho de fiscais e Ministério Público do Trabalho
Eunício explica porque não leu o Projeto de Decreto do Trabalho Escravo
veja +