PGR denuncia Aécio por corrupção passiva

autor Misto Brasília

Postado em 02/06/2017 22:00:41 - 21:59:00


Senador Aécio Neves é denunciado pela PGR/Arquivo

Senador pelo PSDB de Minas também é acusado de obstrução da justiça no caso J&F

A Procuradoria-Geral da República denunciou nesta sexta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) por corrupção passiva e obstrução de Justiça a partir da delação feita por empresários do grupo J&F.

O tucano é acusado pelo Ministério Público de ter usado o cargo para defender interesses da J&F, controladora da JBS, em troca do recebimento de propina. Aécio teve uma conversa interceptada na qual pedia R$ 2 milhões a Joesley Batista, um dos donos do grupo e que fez delação premiada. Posteriormente, a quantia exigida pelo senador foi entregue a um primo dele, em ação acompanhada pela Polícia Federal e feita com autorização do STF, informa a Reuters.

O senador nega as acusações e afirmou ter sido vítima de uma armação montada por Joesley Batista. Quando a conversa veio a público, Aécio disse que tentou vender um apartamento para o empresário para usar parte dos recursos para pagar sua defesa em inquéritos que enfrenta. Segundo o tucano, Joesley se ofereceu para emprestar R$ 2 milhões.


Moradores fazem panelaço durante pronunciamento de Temer no domingo
Apoio à greve dos caminhoneiros leva milhares às ruas neste domingo
veja +
Começa nesta sexta-feira o Feirão da Caixa em Brasília
Vacinação contra a aftosa continua no Distrito Federal até o final do mês
Barroso explica obrigação dos partidos em reservar 30% do fundo eleitoral para candidatas
veja +