Tudo por uma boa notícia

autor André Pereira Cesar

Postado em 02/06/2017 08:26:30 - 08:22:00


Temer e Meirelles garantiram que o Brasil saiu da recessão/Divulgação/PR

Analistas das mais diversas correntes consideram o resultado pontual e difícil de se sustentar

Em meio ao turbilhão da crise política, o governo Temer busca desesperadamente por notícias que atenuem a tensão. Na quinta-feira, a economia foi responsável por uma ligeira melhora geral. Mas foi pouco.

O anúncio do crescimento de 1% do PIB no primeiro trimestre, após uma longa série de oito quedas seguidas, foi bem recebido pelos mercados. O Planalto e a equipe econômica logo entraram em cena.

O presidente Temer falou em "fim da recessão", um evidente exagero. Já o geralmente discreto ministro da Fazenda, Henrique Meireles, foi à TV reforçar que se está no caminho certo.

O quadro, porém, é outro. Analistas das mais diversas correntes consideram o resultado pontual e difícil de se sustentar. De fato, o agronegócio foi o grande responsável pelo número global, com alta de mais de 13% em função de uma supersafra. Outros setores, como a indústria e os serviços, seguem com desempenho pífio.

Na política, a safra de más notícias continua. Parcela expressiva da bancada do PSDB na Câmara dos Deputados pede o desembarque imediato do governo, e o movimento só cresce.

O pior, no entanto, foi o novo pedido da Procuradoria-Geral da República para que o ex-deputado e ex-assessor Rocha Loures seja preso. Uma eventual delação premiada do antigo braço direito de Temer fará estragos de monta. De homem da mala, Rocha Loures pode se tornar homem-bomba.

Os eventos da quinta-feira deixaram clara a dinâmica dos dias que correm. Uma boa notícia pela manhã logo é ofuscada por fatos negativos mais tarde. Mesmo assim, o Planalto segue sua busca por uma foto colorida.


AO VIVO - II Congresso de Direito Eleitoral de Brasília
O brasileiro é criativo - Despacito no ritmo e versão do vendedor de bom bom
veja +
Aprovada reserva de vagas em universidades públicas para alunos bolsistas de escolas beneficentes
CCJ aprova doação de blindados do Exército brasileiro ao Uruguai
Projetos culturais do Distrito Federal recebem recursos
veja +