O país de Macunaíma em seis pontos

autor Gilmar Correa

Postado em 31/05/2017 20:58:45 - 20:49:00


Notícias publicadas num único dia dão a dimensão do problema social/Arquivo/Reprodução/CarosAmigos

Seis temas escolhidos aleatoriamente em um único dia mostram as desigualdades explícitas

Para o mais atento expectador, o Brasil continua um país da desigualdade. Uma Terra de Macunaíma, onde o mais esperto leva vantagem. Para ilustrar o que se disse acima, veja algumas notícias abaixoExemplos são de notícias publicadas num único dia. 

Não são notícias velhas, mas publicadas num único dia. Ontem, quarta-feira (31). Só para fechar o mês de maio. 

01 - Brasil supera apenas Venezuela e Mongólia em ranking de competitividade. O Brasil está próximo da lanterna da competitividade global, aponta um relatório divulgado nesta quarta-feira pelo instituto de pós-educação suíço IMD em parceria com a Fundação Dom Cabral. 

02 - Mais da metade dos alunos brasileiros não tem conhecimentos financeiros básicos. O teste de cultura financeira realizado no âmbito do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) mede a habilidade de estudantes de 15 anos em situações do cotidiano envolvendo questões e decisões financeiras. 

03 - Os setores que desafiam o pessimismo e estão contratando. Empresas de tecnologia ou prestação de serviços nessa área, por exemplo, aumentaram as contratações em 20% nos primeiros quatro meses de 2017 ante o mesmo período do ano anterior, nas contas da Page Personnel, multinacional de recrutamento e suporte à gestão. 

04 - STF analisa mudança em foro privilegiado de mais de 50 mil autoridades. Atualmente, mais de 54 mil pessoas têm foro no Brasil, diz um estudo da Consultoria Legislativa do Senado - um número que em outros países, segundo um de seus autores, está no máximo "na casa das centenas". 

05 - Com governo em crise, ruralistas aceleram votações polêmicas. A movimentação é criticada por ambientalistas, que acusam o grupo de aproveitar a fragilidade do governo para aprovar medidas que ampliarão o desmatamento e o risco de desastres ambientais. O próprio Ministério do Meio Ambiente foi contra a aprovação das medidas, que seriam "um retrocesso". 

06 - Contribuição sindical retorna com Medida Provisória. A nova contribuição (que ainda não tem valores definidos) será criada por Medida Provisória a ser editada quando a reforma trabalhista for sancionada. O desconto obrigatório em folha de todo trabalhador sustenta os sindicatos pelegos de trabalhadores e de empregadores. São recolhidos mais de R$ 3,5 bilhões por ano.


Guga Kuerten diz que cortar dinheiro do esporte das crianças é ato de desespero
Forró e festa junina no gabinete do vice-presidente da Câmara
veja +
Comissão aprova criação de creches para filhos de agentes de segurança pública
Especialistas sugerem contratação de mais aprendizes pelo poder público
Aplicativo Sine Fácil ajuda 2,7 desempregados no Distrito Federal
veja +