AGU diz que condução coercitiva não é ilegal

autor Misto Brasília

Postado em 10/04/2017 11:16:17 - 11:11:00


Lula quando foi levado coercitivamente pela Polícia Federal/Arquivo/Gazelaonline

Resposta foi feita a uma provocação pelo ministro Gilmar Mendes que analisa questionamento da OAB

A Advocacia-Geral da União informou ao Supremo Tribunal Federal que é a favor da condução coercitiva, “pois não implica em mácula à imparcialidade do juiz, mas permite, sim, a elucidação dos fatos no curso do processo penal”. A resposta ocorre a partir de um pedido do ministro Gilmar Mendes que julga uma ação movida pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil.

De acordo com a Advocacia-Geral, a medida é “muito menos gravosa que a prisão temporária e visa atender diversas finalidades úteis para a investigação, como garantir a segurança do investigado e da sociedade, evitar dissipação de provas ou o tumulto na sua colheita, além de propiciar uma oportunidade segura para um possível depoimento, dentre outras”.

A Advocacia-Geral ressaltou que o direito ao silêncio não assegura ao acusado a possibilidade de deixar de se apresentar ao juiz quando assim for solicitado.


Guga Kuerten diz que cortar dinheiro do esporte das crianças é ato de desespero
Forró e festa junina no gabinete do vice-presidente da Câmara
veja +
Comissão aprova criação de creches para filhos de agentes de segurança pública
Especialistas sugerem contratação de mais aprendizes pelo poder público
Aplicativo Sine Fácil ajuda 2,7 desempregados no Distrito Federal
veja +