A crise hídrica é real?

autor Vitória Colvara

Postado em 26/01/2017 18:33:03 - 18:28:00


A falta de água tornou-se grave no Nordeste e no Distrito Federal/Arquivo/SecaMiséria

Economizar água passa bem longe de simplesmente demorar menos tempo no banho ou escovar os dentes

O temido, porém, esperado racionamento de água chegou no Distrito Federal e regiões. As manchetes dos jornais são as mesmas do ano passado que são as mesmas do ano anterior que são as mesmas de maneira sucessiva e quase interminável.

Desde 2008 especialistas em matéria hídrica e ambiental já alertavam os órgãos públicos sobre a possibilidade de escassez total de água. Também desde 2008 muitos já sabem que o que deve ser feito para economizar água passa bem longe de simplesmente demorar menos tempo no banho ou escovar os dentes com a torneira fechada.

Lembram da polêmica aprovação do Código Florestal em 2012 que anistia grandes desmatadores e que reduz as áreas de preservação ambiental do país? Então, os reflexos devastadores da aplicação dessa legislação têm muito mais a ver com a crise hídrica no Brasil do que o fato de você lavar o seu carro num domingo de sol com o seu filho.

A falta de água no Brasil, país com dimensões hidrográficas estrondosas, e com a maior reserva de água doce do mundo, é uma tragicomédia; uma piada pronta. Alegar que a culpa da escassez seja de São Pedro ou da Mãe Natureza que se esqueceu de enviar mais chuvas, é outra piada pronta.

O pior de tudo isso é que somos bombardeados com tais informações pela rádio, pela internet e pela TV. Bombardeados de tal forma que assim como o carnaval que já se aproxima, o racionamento de água está virando um evento nacional brasileiro e a população já encara isso numa boa.

Com tudo isso não quero de modo algum me posicionar contra o racionamento ou contra as propagandas educativas a respeito da economia de água. Meu intuito é meramente o de alertar as pessoas, principalmente os moradores das regiões diretamente afetadas: Águas Claras, Ceilândia, Park Way, Núcleo Bandeirante, Candangolândia etc sobre o que há por trás da tão falada crise hídrica. Alertar para toda a água virtual que exportamos dia após dia fazendo crescer a conta bancária de alguns e diminuir o reservatório de água de todos.

Afinal de contas, não é de se admirar que num país com tamanha ‘escassez’ hídrica se esteja negociando a privatização de fontes de água doce para o presidente da Nestlé, segundo o qual a água sequer seria um Direito Humano Fundamental?

 


Guga Kuerten diz que cortar dinheiro do esporte das crianças é ato de desespero
Forró e festa junina no gabinete do vice-presidente da Câmara
veja +
Comissão aprova criação de creches para filhos de agentes de segurança pública
Especialistas sugerem contratação de mais aprendizes pelo poder público
Aplicativo Sine Fácil ajuda 2,7 desempregados no Distrito Federal
veja +