Sobre política e violência

autor André Pereira Cesar

Postado em 17/11/2016 10:41:18 - 10:34:00


Invasão no plenário da Câmara por extremistas/Luis Macedo/Agência Câmara

Episódio da Câmara tratou-se de um grupo desorganizado que apenas se uniu para fazer barulho

Na última quarta-feira, o Brasil assistiu a dois eventos de violência que explicitaram o nível de tensão vivida no país. No Rio de Janeiro, servidores estaduais cercaram a Assembleia Legislativa para defender seus direitos. Em Brasília, manifestantes invadiram a Câmara dos Deputados para apresentar uma "pauta" de reivindicações.

No caso do Rio de Janeiro, o protesto pode ser considerado legítimo, pois os servidores estaduais apenas lutam contra um pacote de medidas que afetará diretamente suas vidas. É do conhecimento geral que outros estados, em situação semelhante à do Rio, também precisarão implementar medidas duras, e novos confrontos são esperados. No caso, ao Poder Público será necessário manter o controle, para se evitar danos maiores no processo.

O episódio da Câmara foi diferente. Tratou-se de um grupo desorganizado que apenas se uniu para fazer barulho e solicitar "intervenção militar" para acabar com a "doutrinação comunista" supostamente em curso no Brasil. Apesar de cômica, a ação do grupo revela uma vertente ditatorial da sociedade brasileira e deve ser respondida à altura - com punição severa para os participantes.

A democracia brasileira e suas instituições são sólidas e, a princípio, não correm riscos. No entanto, é inegável que elas estão sendo desafiadas. Desse modo, espera-se serenidade por parte dos atores-chave envolvidos no processo. Do contrário, as conquistas das últimas décadas poderão ser perdidas. Esse é o quadro a se evitar.

 


O brasileiro é criativo - Despacito no ritmo e versão do vendedor de bom bom
Deputado ataca Ciro e classifica o pré-candidato de racista e caloteiro
veja +
Aprovada reserva de vagas em universidades públicas para alunos bolsistas de escolas beneficentes
CCJ aprova doação de blindados do Exército brasileiro ao Uruguai
Projetos culturais do Distrito Federal recebem recursos
veja +