Mais perguntas, menos compromissos

autor Gilmar Correa

Postado em 01/09/2016 08:37:36 - 08:30:00


Temer no plenário do Senado com parlamentares e Lewandowski/Alex Ferreira/Ag Câmara

Resumo: tudo é uma questão eleitoral, pois nos escaninhos a questão se resume ao poder

Passado o espetáculo do impeachment, com seu epílogo na quarta-feira que passou, surgem mais perguntas que respostas. Continuam os problemas econômicos que insistem em ficar piores e a classe política desce ladeira abaixo, distante da realidade que cerca 200 milhões de brasileiros.

Michel Temer assume como presidente definitivo por mais de dois anos e meio. Ele mesmo tem dito que o tempo é curto e que não há espaço para erros.

Discurso para se garantir perante a opinião pública. Nos escaninhos do poder, a questão vai muito além da simbologia de uma gestão preocupada com a coisa pública. Interesses menores concorrem com as medidas de reformas anunciadas em palanque.

O olho dos políticos foca, primeiro, as eleições municipais que se avizinha. Depois, as eleições de 2018, quando concorrem candidatos aos governos estaduais, à Presidência da República e para os parlamentos estaduais e federal.

Resumo: tudo é uma questão eleitoral.

Do lado do PT, foi um alívio apear Dilma Rousseff do poder. Assim, haverá tempo para tentar costurar os farrapos para buscar novamente o Palácio do Planalto com Lula da Silva. Nas demais agremiações, todos olham outubro de 2018 do mesmo jeito: como um garotinho olha uma caixa de presente.

Nessa batida, questões como corrupção, as reformas e os serviços públicos são meras peças de discursos. Difícil acreditar nas palavras, quando a maioria dos políticos pensa em defender o próprio traseiro.

O novo governo não representa uma nova era, um horizonte colorido com mudanças do sistema. É o mesmo do mesmo repetido nas últimas décadas, onde os escrúpulos foram reduzidos ao passado.

O vale tudo provoca mais perguntas e mais preocupações. Definitivamente, não há muito o que comemorar.


Guga Kuerten diz que cortar dinheiro do esporte das crianças é ato de desespero
Forró e festa junina no gabinete do vice-presidente da Câmara
veja +
Comissão aprova criação de creches para filhos de agentes de segurança pública
Especialistas sugerem contratação de mais aprendizes pelo poder público
Aplicativo Sine Fácil ajuda 2,7 desempregados no Distrito Federal
veja +