Piantella, o reduto gastronômico e político, fecha as portas

autor André Pereira Cesar

Postado em 31/08/2016 11:39:01 - 11:35:00


Entrada do Restaurante Piantella, em Brasília/Divulgação

Restaurante conquistou o gosto dos políticos em Brasília como Ulysses Guimarães

Uma triste coincidência marca a semana em Brasília. Justamente nos dias em que se definem os rumos políticos do país, com o afastamento definitivo da presidente Dilma Rousseff (PT), o mais tradicional reduto gastronômico dos políticos, o Piantella, anuncia o encerramento de suas atividades.

Durante seus 37 anos de existência, o restaurante assistiu (e fez parte) de grandes eventos políticos. O inesquecível Ulysses Guimarães, o "senhor constituinte", por exemplo, era frequentador habitual e chegou a ganhar uma "mesa exclusiva".

Diretas-Já, eleições, impeachments, confisco, crises como o Mensalão e a Petrobras, nada escapou ao Piantella.

O anúncio oficial do fechamento foi dado pelo proprietário, o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay - ele mesmo uma figura emblemática da cidade. Kakay disse ter tentado "salvar o Piantella", mas não conseguiu.

Não há como não ficar triste com a notícia. Dois ciclos se encerram em conjunto.


Rollemberg diz que não há decisão sobre ampliação do racionamento
Mensagem emocionante de quem construiu o Congresso
veja +
Parlamentares defendem ações e investimentos para a primeira infância
Para Perondi, governo enfrenta poderoso nicho de fiscais e Ministério Público do Trabalho
Eunício explica porque não leu o Projeto de Decreto do Trabalho Escravo
veja +